Termos de Uso


O uso da Revista Pacheco e o envio de qualquer material para o blog está sujeito aos seguintes termos e condições:

1. Ao utilizar este Blog você declara estar de acordo com os termos abaixo e que os mesmos terão efeito imediatamente após o uso das ferramentas deste Blog e/ou envio de qualquer material para este Blog. Se você não concordar com qualquer condição abaixo, você não deverá acessar e/ou usar os blogs Revista Pacheco.

2. A Revista Pacheco poderá alterar os termos de uso do blog a qualquer tempo, você deverá revê-los regularmente para garantir que estará sempre ciente de todas as alterações implementadas.

Contribuições para a Revista Pacheco

Autorização de uso:

3. Ao enviar qualquer contribuição para este Blog (incluindo imagens, textos, tais como comentários, contos, crônicas, poesias, trovas, resenhas, artigos e outros materiais), você autoriza a Revista Pacheco a utilizar tal conteúdo, de forma gratuita e não exclusiva, para publicação pela Revista Pacheco.

Sobre suas contribuições:

4. Suas contribuições não deverão conter violação de direitos autorais ou de personalidade de terceiros, nem ressaltar condutas abusivas, ofensivas, contrárias aos bons costumes, à lei e à ordem pública.

5. Outros usuários poderão comentar suas contribuições, você está ciente de que a postura dos colaboradores deste Blog não é a postura da Revista Pacheco e que as contribuições serão publicadas como disponibilizadas por terceiros, não pela Revista Pacheco.

6. É expressamente proibido o envio de material publicitário, de propaganda ou promocional, bem como de correntes, esquemas de pirâmide ou a divulgação de atividades semelhantes.

7. Você não deverá expor a sua intimidade ou a de qualquer outra pessoa. 

8. A Revista Pacheco não conta com o serviço de revisão, portanto, o material enviado para publicação no blog deverá estar devidamente revisado por seus autores. Maiores informações sobre como colaborar podem ser obtidas aqui.

9. Não serão aceitos, em hipótese alguma, textos que:
  • Incentivem ou promovam a pedofilia;
  • Apresentem pornografia explícita. Usem o bom senso ao abordarem o assunto;
  • Ofendam, ameacem, persigam, difamem, prejudiquem ou assediem, de forma gratuita, indivíduos, grupos étnicos, religiosos ou outros grupos específicos;
  • Incentivem ou promovam o consumo de drogas, o suicídio, a violência, a intolerância, o crime, o ódio;
  • Façam propaganda comercial, eleitoral, spam, pirâmides ou correntes. Não há exceções e não existe bom senso tratando-se destes itens.
10. Não há qualquer pagamento pelas publicações uma vez que a seção é colaborativa.

11. Não informaremos ao autor o motivo da não publicação de seu texto, quando for o caso. Autores que tenham textos aceitos também não serão comunicados da aceitação.

12. A publicação de textos no site obedece a uma agenda previamente estipulada. Mesmo que um texto seja aceito para publicação, ele pode não ser imediatamente publicado.

13. A análise dos textos não obedece a um cronograma ou agenda previamente determinada. Em certos períodos, os textos podem levar mais ou menos tempo para serem analisados.


14. Textos que contenham título e/ou corpo todo em caixa alta serão imediatamente descartados.

15. Embora não haja um limite para o tamanho dos textos, usar o bom senso é sempre conveniente. Um conto, por exemplo, terá normalmente cerca de 3.500 palavras.


16. É reservado ao autor o direito de solicitar a exclusão do texto do acervo do site.

17. Todo o conteúdo do site está protegido por uma licença Creative Commons (http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/br/). Ao submeter o texto, o autor concorda em disponibilizar sua obra, neste site, sob esta licença.
Garantias e disposições legais:

16. Ao submeter qualquer contribuição para este Blog, você declara que: 

- o material enviado é de sua exclusiva criação, não constituindo violação de direitos autorais, marcas, segredos, direitos de personalidade, incluindo honra, intimidade, vida privada e a imagem das pessoas, direitos patrimoniais e quaisquer outros direitos de terceiros;

- possui poderes para autorizar o uso do material pela Revista Pacheco conforme acima;

- caso o material enviado tenha sido criado por terceiros, você somente poderá enviá-lo para a Revista Pacheco se o autor autorizar o uso conforme previsto neste Termo;

- não enviará material que seja difamatório, injurioso, calunioso ou de qualquer forma constitua ato ilícito ou ilegal;

- não enviará material que de qualquer forma contribua para a prática de qualquer ato ilícito ou ilegal;

- não enviará mensagens ou conteúdos que contenham vírus ou qualquer outro código, arquivo ou programa de computador com o propósito de interromper, destruir ou limitar a funcionalidade, interromper o fluxo normal do Blog ou interferir na sua utilização por outros usuários, também não poderá vigiar ou assediar outros usuários ou terceiros utilizando as ferramentas e serviços do Blog, ou obter ou armazenar seus dados pessoais.
Violações do Termo de Uso

17. O uso da Revista Pacheco em desacordo com este Termo de Uso implicará a exclusão de sua colaboração. 

18. Caso você acredite que obras de sua titularidade tenham sido utilizadas nesse Blog por outros usuários de maneira que constitua violação de direitos autorais, você deverá enviar à Revista Pacheco a descrição detalhada da obra protegida cujo direito autoral você entenda ter sido infringido, a descrição do local no Blog onde se encontra, seu nome, endereço, telefone e endereço de e-mail, bem como uma declaração mencionando que acredita, de boa fé, que o uso do material questionado não foi autorizado pelo titular dos direitos autorais, seu representante ou por lei e que, sob as penas da lei, (i) assume como verdadeiras as informações contidas na denúncia de infração e (ii) é o titular dos direitos autorais ou está autorizado a agir em defesa de tais direitos.

19. Você declara concordar que, ao receber qualquer denúncia de infração, A Revista Pacheco poderá retirar imediatamente do ar o conteúdo questionado, independentemente de qualquer verificação, sem implicar responsabilidade à Revista Pacheco pela exclusão do conteúdo, podendo a Revista Pacheco publicá-lo novamente no Blog, caso as razões da denúncia sejam insubsistentes.
20. O procedimento de denúncia também se aplica às violações de marcas, direitos de personalidade e aos crimes contra a honra. Você declara estar ciente e concordar que a Revista Pacheco não retirará conteúdo do Blog que implique exercício legítimo de direito de critica ou da liberdade de expressão.

Propriedade Intelectual

21. As marcas, nomes, logotipos, nomes de domínio e demais sinais distintivos, bem como os conteúdos publicados neste Blog que não constituam contribuição de terceiros como você, são de propriedade exclusiva da Revista Pacheco.

22. Você não deverá copiar, reproduzir, republicar, transmitir, distribuir ou de qualquer outra forma utilizar qualquer conteúdo ou sinais distintivos da Revista Pacheco, parcial ou integralmente. Você também concorda que não criará qualquer obra derivada ou adaptará qualquer tal conteúdo para qualquer finalidade, sem a prévia e expressa autorização da Revista Pacheco.

Condições Gerais

23. Qualquer dúvida com relação a este presente Termo de Uso deverá ser retirada com o editor da Revista Pacheco, através do formulário disponibilizado, ou de mensagem endereçada a georgespacheco@gmail.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

http://www.tertuliaonline.com.br/
http://www.revistapacheco.com/p/contato_507.html

Destaques

A primeira vez em que eu quase morri

Uma experiência de quase morte não é algo muito fácil de esquecer, sobretudo quando se tem 16 anos. Nessa época, eu era um rapaz latino-americano, franzino e com algumas espinhas na testa. É verdade, era mais do que eu desejava, se é que alguém deseja ter espinhas. Eu era o típico adolescente: cheio de sonhos, impulsivo e medroso. Mais medroso que impulsivo, aliás.

Sobre o apego e as lembranças que escapam lentamente

O primeiro bem que meu pai me deixou, meio sem querer, foi seu aparelho de telefone celular. Não é um smartphone, não acessa a internet. A câmera fotográfica integrada tem parcos megapixels. As pessoas riem do aparelho quando são apresentadas a ele, sem saber que ali dentro, naquela caixa preta, está guardada minha pequena herança particular.

"Uma Aventura Perigosa"

Max de Castro é um funcionário público insatisfeito com trabalho e com problemas no casamento. Após uma crise de estresse em pleno expediente, incentivado por um psicanalista em um programa de entrevistas, escreve uma carta confessional, que deve ser escondida e destruída em 24 horas, mas a mesma desaparece, antes que ele pudesse fazê-lo. Começa então o inferno de Max, angustiado pela possibilidade de seus maiores segredos serem descobertos, ou por sua esposa, ou por sua cunhada, a jovem Sophia, por quem se sente fortemente atraído.

Cinema: Frances Ha

Em Frances Ha (2012), Frances (Greta Gerwig) é uma jovem nova-iorquina de 27 anos que não corresponde às expectativas idealistas de uma sociedade que exige do indivíduo o sucesso em questões profissionais e afetivas nessa fase. Ao contrário, como muitos jovens nessa idade, Frances ainda não faz ideia do que, para ela, é ser bem sucedida. O artista francês Eugène Delacroix escreveu em 'Diário' que para se chegar a segurança e maturidade do espírito é necessário passar pela sutil delicadeza da nossa sensibilidade juvenil.
As imagens postadas neste site foram retiradas da internet ou enviadas por colaboradores. Se é proprietário de alguma imagem e se sentiu ofendido, por favor, entre em contato conosco e ela será rapidamente tirada do ar.