Euterpe traz maestro Tacuchian para falar do legado de Heitor Villa-Lobos

No próximo sábado 24, a partir das 18 h e 30, no Pontinho de Leitura anexo à sua sede, a banda Euterpe Friburguense apresentará a palestra: ´Grandes compositores brasileiros: o legado de Villa- Lobos, 50 anos após sua morte'. O tema será apresentado pelo compositor e maestro Ricardo Tachuchian, membro da Academia Brasileira de Música (ABM) e, atualmente, uma das maiores autoridades em música no Brasil.

O evento faz parte de um ciclo de palestras que a Sociedade Musical Beneficente Euterpe Friburguense estará realizando em seu Pontinho de Leitura, instalado a partir de um edital de apoio da Secretaria de estado de Cultura, com objetivo de complementar as atividades da Escola de Música Maestro Samuel Antonio dos Santos, que oferece aulas de teoria e pratica musical na própria banda.

A palestra ainda integra o Ano Villa-Lobos em Nova Friburgo, uma vez que se comemorou em 29 de janeiro passado, o centenário da estréia do compositor e maestro Heitor Villa-Lobos no Theatro Dona Eugênia, que existia na cidade à época.

Palestrante é Doutor em música pela Universidade da California


Doutor em música pela University of Southern California, com suas composições executadas na Europa e na América Latina, além de publicações de artigos e contribuições acadêmicas, o maestro Tacuchian ministra palestras no Brasil e exterior. Graduado em Piano (1961) e em Composição e Regência (1965) pela UFRJ, onde concluiu os cursos de pós-graduação também em composição e regência. Contabiliza mais de 2000 mil apresentações de sua obra ao vivo, em quase todo o território nacional e em cerca de 120 cidades estrangeiras de 30 países.

A palestra tem entrada franca e faz parte de um ciclo que será realizado pelo Pontinho de Leitura, envolvendo outros temas posteriormente, sempre com o objetivo de disseminar informações ao público constituído de estudantes de música e demais interessados pelo tema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

http://www.tertuliaonline.com.br/
http://www.revistapacheco.com/p/contato_507.html

Destaques

A primeira vez em que eu quase morri

Uma experiência de quase morte não é algo muito fácil de esquecer, sobretudo quando se tem 16 anos. Nessa época, eu era um rapaz latino-americano, franzino e com algumas espinhas na testa. É verdade, era mais do que eu desejava, se é que alguém deseja ter espinhas. Eu era o típico adolescente: cheio de sonhos, impulsivo e medroso. Mais medroso que impulsivo, aliás.

Sobre o apego e as lembranças que escapam lentamente

O primeiro bem que meu pai me deixou, meio sem querer, foi seu aparelho de telefone celular. Não é um smartphone, não acessa a internet. A câmera fotográfica integrada tem parcos megapixels. As pessoas riem do aparelho quando são apresentadas a ele, sem saber que ali dentro, naquela caixa preta, está guardada minha pequena herança particular.

"Uma Aventura Perigosa"

Max de Castro é um funcionário público insatisfeito com trabalho e com problemas no casamento. Após uma crise de estresse em pleno expediente, incentivado por um psicanalista em um programa de entrevistas, escreve uma carta confessional, que deve ser escondida e destruída em 24 horas, mas a mesma desaparece, antes que ele pudesse fazê-lo. Começa então o inferno de Max, angustiado pela possibilidade de seus maiores segredos serem descobertos, ou por sua esposa, ou por sua cunhada, a jovem Sophia, por quem se sente fortemente atraído.

Cinema: Frances Ha

Em Frances Ha (2012), Frances (Greta Gerwig) é uma jovem nova-iorquina de 27 anos que não corresponde às expectativas idealistas de uma sociedade que exige do indivíduo o sucesso em questões profissionais e afetivas nessa fase. Ao contrário, como muitos jovens nessa idade, Frances ainda não faz ideia do que, para ela, é ser bem sucedida. O artista francês Eugène Delacroix escreveu em 'Diário' que para se chegar a segurança e maturidade do espírito é necessário passar pela sutil delicadeza da nossa sensibilidade juvenil.
As imagens postadas neste site foram retiradas da internet ou enviadas por colaboradores. Se é proprietário de alguma imagem e se sentiu ofendido, por favor, entre em contato conosco e ela será rapidamente tirada do ar.