"A Dama da Noite" será atração do segundo dia da FLITS 2014

Cartaz de "A Dama da Noite". O filme narra a história do misterioso encontro entre um taxista e uma mulher, em seu insinuante vestido vermelho, a última viagem de um desgastante dia de trabalho.

O curta metragem “A Dama da Noite” (Sétima Literal), baseado no conto homônimo do escritor George dos Santos Pacheco, será exibido no dia 11 de outubro, sábado, às 18 horas, na 2ª Festa Literária da Serra – FLITS, que acontece em Bom Jardim, de 9 a 12 de outubro de 2014.

A possibilidade de adaptação do conto surgiu do encontro entre Luciano Santos (ator), George dos Santos Pacheco (escritor), Gee Santos (DJ e editor de áudio) e Ilson Junior (cineasta). A proposta era criar novas relações de trabalho entre os profissionais, tanto em Nova Friburgo quanto na Região Serrana, permitindo uma maior troca de experiência e conhecimento, proporcionando vínculos que gerem futuros trabalhos. Dentre as ideias apresentadas, o conto “A Dama da Noite” pareceu o mais viável e assim surgiu um coletivo do audiovisual: a Sétima Literal. 

Confira aqui os dez melhores filmes sobre escritores!


As gravações aconteceram entre maio e julho de 2014, com locações em Nova Friburgo. Agora o grupo pretende que o projeto sirva como portfólio, dando maior visibilidade à produção audiovisual em nossa região, despertando o interesse dos investidores para projetos mais audaciosos, gerando uma maior integração entre produtor, investidor e público.

"Foi um desafio muito prazeroso, transformar o conto “A Dama da Noite” num filme e ter a certeza que eu fiz o meu melhor! Obrigado a todos da Sétima Literal que toparam esse desafio, fruto da união de bons profissionais!"

Luciano Santos – Diretor, roteirista , áudio , editor e produtor.


"Uma experiência fantástica. É muito bom ver profissionais empenhados trabalhando com prazer e alma. E por isso eu digo que o filme “A Dama da Noite” é um curta com alma de longa."

Mario Espínola – Ator.


“Noite, chuva, frio (e que frio!)... cenas externas e imprevistos que se acumulavam. Nada disso, entretanto, foi páreo pra equipe do curta “A Dama da Noite” que enfrentou as dificuldades possibilitando um resultado final surpreendente; forte e impactante.”

Ilson Junior - Co-diretor; Co-roteirista; Diretor de Arte; Editor.


“O filme ficou excelente. Quando conheci o Luciano Santos, eu cheguei a propor a adaptação de algum conto para curta metragem, mas na época não havia viabilidade técnica. Com o surgimento da Sétima Literal isso se tornou possível e “A Dama da Noite” foi produzido. Foi muito gratificante ver meu trabalho sair do papel e ganhar as telas, com ajuda e o empenho desses profissionais. O resultado foi plenamente satisfatório!”

George dos Santos Pacheco – Argumento, Co-roteirista.

Veja aqui a programação completa da 2ª Festa Literária da Serra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

http://www.tertuliaonline.com.br/
http://www.revistapacheco.com/p/contato_507.html

Destaques

A primeira vez em que eu quase morri

Uma experiência de quase morte não é algo muito fácil de esquecer, sobretudo quando se tem 16 anos. Nessa época, eu era um rapaz latino-americano, franzino e com algumas espinhas na testa. É verdade, era mais do que eu desejava, se é que alguém deseja ter espinhas. Eu era o típico adolescente: cheio de sonhos, impulsivo e medroso. Mais medroso que impulsivo, aliás.

Sobre o apego e as lembranças que escapam lentamente

O primeiro bem que meu pai me deixou, meio sem querer, foi seu aparelho de telefone celular. Não é um smartphone, não acessa a internet. A câmera fotográfica integrada tem parcos megapixels. As pessoas riem do aparelho quando são apresentadas a ele, sem saber que ali dentro, naquela caixa preta, está guardada minha pequena herança particular.

"Uma Aventura Perigosa"

Max de Castro é um funcionário público insatisfeito com trabalho e com problemas no casamento. Após uma crise de estresse em pleno expediente, incentivado por um psicanalista em um programa de entrevistas, escreve uma carta confessional, que deve ser escondida e destruída em 24 horas, mas a mesma desaparece, antes que ele pudesse fazê-lo. Começa então o inferno de Max, angustiado pela possibilidade de seus maiores segredos serem descobertos, ou por sua esposa, ou por sua cunhada, a jovem Sophia, por quem se sente fortemente atraído.

Cinema: Frances Ha

Em Frances Ha (2012), Frances (Greta Gerwig) é uma jovem nova-iorquina de 27 anos que não corresponde às expectativas idealistas de uma sociedade que exige do indivíduo o sucesso em questões profissionais e afetivas nessa fase. Ao contrário, como muitos jovens nessa idade, Frances ainda não faz ideia do que, para ela, é ser bem sucedida. O artista francês Eugène Delacroix escreveu em 'Diário' que para se chegar a segurança e maturidade do espírito é necessário passar pela sutil delicadeza da nossa sensibilidade juvenil.
As imagens postadas neste site foram retiradas da internet ou enviadas por colaboradores. Se é proprietário de alguma imagem e se sentiu ofendido, por favor, entre em contato conosco e ela será rapidamente tirada do ar.