Beijos e Névoas


Outro dia navegando por estes mares encontrei uma antologia de contos de amor e sobrenaturais muito interessante. Uma das autoras fez o texto de divulgação, e a julgar pelo que li, vale a pena ler a antologia toda. Trata-se de um E-book, está em formato pdf, e tem 104 páginas. Vou postar aqui o texto e o link para adquirir o livro.

BEIJOS E NÉVOAS

Entre névoas e sombras, grandes mistérios e amores profundos esperam por você.

Trazendo o clima épico dos grandes mitos, Celly Monteiro nos conta duas histórias, em que a magia dos deuses e o encantamento das bruxarias não conseguiu destruir um amor puro e forte, e o encontro de duas almas destinadas a ficarem juntas.
Contato com a autora: marcellym90@gmail.com

No seu conto, Didi Oito Dedos nos prende à sua trama de suspense, na qual um pai de família desesperado se vê envolvido por uma teia diabólica de eventos estranhos, dos quais uma casa maldita é a causadora.
Contato com a autora: andressagbw@hotmail.com

Jossi Borges traz agora um conto romântico-sobrenatural, em que uma moça é levada, através da hipnose, a conhecer uma outra vida, de outra mulher... e auxiliar seu espírito perturbado. Porém, não sabia as consequências assustadoras que esse mergulho no passado lhe traria...
Contato com a autora: jossiborges@gmail.com

Mia Hertz surpreende novamente, com dois contos erótico-sobrenaturais. Mocinhas audaciosas, sonhos de luxúria, homens agressivos e cheios de rudeza... homens-felinos em um mundo pós-apocalíptico e muita sensualidade.

Rebis Kramrisch traz uma doce história de magia, onde a delicadeza de um amor transpõe os limites da razão e une dois corações diferentes... No segundo conto, uma fantasia juvenil que se torna real, quando o amigo espiritual de Aline a visita em seu décimo-sexto aniversário, fazendo-lhe uma surpresa inesquecível. E ainda nos traz uma história em quadrinhos, "Delírio de Outono", plena de beleza e poesia.
Contato com a autora: my.nation.underground@gmail.com

Telyka Madelynne traz "Mulher de Fases", um conto moderno ambientado na florestra amazônica. Alcina é uma mulher corajosa, forte e bonita, mas sofrida. Após um relacionamento insatisfatório com um homem cruel, ela encontra o verdadeiro amor às margens do rio... em um amante misterioso, belo, másculo... que um dia desaparece sem deixar rastros.
Contato com a autora: ceila_sarita@yahoo.com.br

Para adquirir este e-book diretamente através do site:


*

AMOR & LIVROS - http://amorelivros.justtech.com.br/product_info.php?cPath=123_136&products_id=1129

Pacheco também é cultura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

http://www.tertuliaonline.com.br/
http://www.revistapacheco.com/p/contato_507.html

Destaques

A primeira vez em que eu quase morri

Uma experiência de quase morte não é algo muito fácil de esquecer, sobretudo quando se tem 16 anos. Nessa época, eu era um rapaz latino-americano, franzino e com algumas espinhas na testa. É verdade, era mais do que eu desejava, se é que alguém deseja ter espinhas. Eu era o típico adolescente: cheio de sonhos, impulsivo e medroso. Mais medroso que impulsivo, aliás.

Sobre o apego e as lembranças que escapam lentamente

O primeiro bem que meu pai me deixou, meio sem querer, foi seu aparelho de telefone celular. Não é um smartphone, não acessa a internet. A câmera fotográfica integrada tem parcos megapixels. As pessoas riem do aparelho quando são apresentadas a ele, sem saber que ali dentro, naquela caixa preta, está guardada minha pequena herança particular.

"Uma Aventura Perigosa"

Max de Castro é um funcionário público insatisfeito com trabalho e com problemas no casamento. Após uma crise de estresse em pleno expediente, incentivado por um psicanalista em um programa de entrevistas, escreve uma carta confessional, que deve ser escondida e destruída em 24 horas, mas a mesma desaparece, antes que ele pudesse fazê-lo. Começa então o inferno de Max, angustiado pela possibilidade de seus maiores segredos serem descobertos, ou por sua esposa, ou por sua cunhada, a jovem Sophia, por quem se sente fortemente atraído.

Cinema: Frances Ha

Em Frances Ha (2012), Frances (Greta Gerwig) é uma jovem nova-iorquina de 27 anos que não corresponde às expectativas idealistas de uma sociedade que exige do indivíduo o sucesso em questões profissionais e afetivas nessa fase. Ao contrário, como muitos jovens nessa idade, Frances ainda não faz ideia do que, para ela, é ser bem sucedida. O artista francês Eugène Delacroix escreveu em 'Diário' que para se chegar a segurança e maturidade do espírito é necessário passar pela sutil delicadeza da nossa sensibilidade juvenil.
As imagens postadas neste site foram retiradas da internet ou enviadas por colaboradores. Se é proprietário de alguma imagem e se sentiu ofendido, por favor, entre em contato conosco e ela será rapidamente tirada do ar.