Assassinos S/A Volume II – Resultado da Seletiva

 
Bom dia meus caros amigos leitores!

Saiu o resultado da seletiva para integrar a coletânea Assassinos S/A Volume II. E adivinhem... Meu nome está lá embaixo, lá no número 19 com o conto Um Anjo Redentor. Tô feliz pacas! Como eu já disse, o livro está previsto para janeiro de 2010. Quem quiser conferir o resultado na íntegra, acesse o site do livro, http//assassinos-sa.blogspot.com.

1. A Chacina - Carolina Luz
2. Cinqüenta Minutos - Vivian H. Pizzinga
3. Clarisse - José Sérgio Bechler
4. Crimes no Paraíso - Roberto Kusiak
5. Margaridas no Céu - Afobório
6. Melhor Amigo - Fabiano Cisticerco
7. Nossa Senhora do Bom Parto - Plínio Gomes
8. Nove - Rob Martins
9. O Acerto de Contas - Bruno Borges
10. O Julgamento - George Ritter
11. O Multiplicador - Giselle Sato
12. O Bom Vizinho - Wilson Gorj
13. O Elo Perdido - Guilherme Lessa Bica
14. Reflexo - Israel Telles
15. Segundo Plano - Sidney Stadnik
16. Vlad Tepes IV - Roberto Kusiak
17. Ron - Yubertson Miranda
18. Todos Querem a Cabeça do “Compadre” Matias Reis - Wuldson Marcelo
19. Um Anjo Redentor - George dos Santos Pacheco
20. Uma Noite de Amor - Valdeci Garcia
21. Soldado Invernal - Jota Fox
22. Para Logo Recomeçar - Danielle Sousa
23. O Antipanegírico - Eduardo Miranda


Até mais pessoal!

Pacheco também é cultura!

"Se eu guardar o meu segredo, ele será um prisioneiro meu; se eu deixar que ele fuja, serei um prisioneiro dele." - Provérbio árabe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

http://www.tertuliaonline.com.br/
http://www.revistapacheco.com/p/contato_507.html

Destaques

A primeira vez em que eu quase morri

Uma experiência de quase morte não é algo muito fácil de esquecer, sobretudo quando se tem 16 anos. Nessa época, eu era um rapaz latino-americano, franzino e com algumas espinhas na testa. É verdade, era mais do que eu desejava, se é que alguém deseja ter espinhas. Eu era o típico adolescente: cheio de sonhos, impulsivo e medroso. Mais medroso que impulsivo, aliás.

Sobre o apego e as lembranças que escapam lentamente

O primeiro bem que meu pai me deixou, meio sem querer, foi seu aparelho de telefone celular. Não é um smartphone, não acessa a internet. A câmera fotográfica integrada tem parcos megapixels. As pessoas riem do aparelho quando são apresentadas a ele, sem saber que ali dentro, naquela caixa preta, está guardada minha pequena herança particular.

"Uma Aventura Perigosa"

Max de Castro é um funcionário público insatisfeito com trabalho e com problemas no casamento. Após uma crise de estresse em pleno expediente, incentivado por um psicanalista em um programa de entrevistas, escreve uma carta confessional, que deve ser escondida e destruída em 24 horas, mas a mesma desaparece, antes que ele pudesse fazê-lo. Começa então o inferno de Max, angustiado pela possibilidade de seus maiores segredos serem descobertos, ou por sua esposa, ou por sua cunhada, a jovem Sophia, por quem se sente fortemente atraído.

Cinema: Frances Ha

Em Frances Ha (2012), Frances (Greta Gerwig) é uma jovem nova-iorquina de 27 anos que não corresponde às expectativas idealistas de uma sociedade que exige do indivíduo o sucesso em questões profissionais e afetivas nessa fase. Ao contrário, como muitos jovens nessa idade, Frances ainda não faz ideia do que, para ela, é ser bem sucedida. O artista francês Eugène Delacroix escreveu em 'Diário' que para se chegar a segurança e maturidade do espírito é necessário passar pela sutil delicadeza da nossa sensibilidade juvenil.
As imagens postadas neste site foram retiradas da internet ou enviadas por colaboradores. Se é proprietário de alguma imagem e se sentiu ofendido, por favor, entre em contato conosco e ela será rapidamente tirada do ar.